O envelhecimento é um processo natural no qual ocorrem modificações nos aspectos morfológicos, funcionais e psicológicos que repercutem na capacidade de adaptação do indivíduo ao ambiente.

 

Esse processo ocasiona maior vulnerabilidade e maior risco de quedas que, por sua vez, é um dos problemas mais comuns na população idosa.

 

Geralmente, as quedas ocasionam fraturas de média e alta complexidade com consequências na qualidade de vida gerando imobilidade, dependência e alto índice de mortalidade pós-cirúrgica.

É imprescindível a organização no ambiente familiar para prevenção de quedas em idosos. Abaixo estão algumas dicas de como arrumar a casa para evitar riscos de quedas:

  • Não deixar objetos espalhados pelo chão da casa que possam causar tropeço;

  • Evitar móveis de quina pontiaguda e de vidro principalmente em locais de grande circulação;

  • Dar preferência a piso de superfície plana, evitando desníveis ou batentes nas passagens dos cômodos e se já existirem batentes, devem ser sinalizados com uma faixa antiderrapante horizontal de cor distinta do piso;

  • Dar preferência a pisos ásperos e antiderrapantes;

  • Evitar tapetes pela casa que possam tornar-se obstáculos ou favorecer escorregões;

  • Não apoiar em cortinas ou boxes. Pra evitar, deve-se instalar barras de apoio próximo ao vaso sanitário e chuveiro;

  • Evitar colocar descansos de porta ou objetos atrás que impeçam a abertura máxima.

Essas e mais dicas você encontra no Manual de Orientações e Exercícios para Prevenção de Quedas em Idosos que está a venda aqui no site na aba CURSOS.